NeoGrid cria rede de preservação para comemorar o Dia da Árvore

O que a sua empresa faz para neutralizar a emissão de gás carbônico? Pensando nesse questionamento, a NeoGrid decidiu mobilizar seus principais clientes para a criação de uma rede de conservação da natureza, em comemoração ao Dia da Árvore (21 de setembro). Líder nacional de soluções para a gestão da cadeia de suprimentos, com mais de 300 mil empresas participando de sua rede de negócios, a NeoGrid vai presentear 250 clientes com árvores de reflorestamento. "Queremos formar uma rede de conservação dentro da nossa rede de negócios, aproveitando o potencial de nossos clientes na adoção de práticas sustentáveis, pois a boa gestão da cadeia de suprimentos também traz ganhos ambientais com a redução de desperdícios e a melhor utilização dos recursos logísticos", declara Ricardo Gonçalves,diretor de marketing e produtos da NeoGrid.


As árvores estão plantadas em uma área protegida para recuperação vegetal no Mato Grosso, que no passado foi desmatada pela expansão das fronteiras agropecuárias na região. No espaço de 200 hectares, localizado no município de Novo Mutum, funciona o Projeto Curupira de reflorestamento. Por meio dele, é possível acompanhar via internet o desenvolvimento de cada árvore e o que está acontecendo nos arredores. Também é possível monitorar a compensação de CO2 com as informações repassadas por uma etiqueta eletrônica fixada em cada planta, e compartilhar as novidades nas redes sociais. 

 "Queremos que nossos clientes que serão presenteados com uma árvore participem desse monitoramento e possam usar a compensação de CO2 de suas árvores na construção da sua sustentabilidade. Além disso, esse pequeno gesto serve de estímulo para que outras árvores possam ser adotadas. Por isso, chamamos esse movimento de rede de conservação, que pode ser expandida, assim como a rede de negócios da NeoGrid", afirma Gonçalves.

A área que está sendo reflorestada pelo projeto com a ajuda da NeoGrid e de seus clientes fica em uma região entre o Cerrado e a Floresta Amazônica e oferece 56 opções de espécies de árvores, entre as quais estão o ipê, aroeira, cajueiro, jatobá, urucum e tarumã. Cada uma delas neutraliza, em média, 25 kg de gás carbônico por ano, o que contribui significativamente para a produção de oxigênio e, consequentemente, para a preservação da biodiversidade. 

Alguns exemplos de consumo de CO2 segundo fontes do projeto:

Usando-o cinco vezes por semana, um forno micro-ondas emite 78 kg de CO2 na atmosfera por ano. São necessárias cerca de quatro árvores para compensação.

Rodando 12 mil quilômetros em um ano (média brasileira), um carro médio com motor 2.0 emite 3.009 quilos de CO2 na atmosfera. São necessárias cerca de 120 árvores para compensar estas emissões.

Considerando um container de 20 pés, em sua carga máxima, totalizando um peso de 24 toneladas, emite 9.274 quilos de CO2 por viagem por container num frete marítimo da China até o Brasil. São necessárias cerca de 370 árvores para compensação.


A Simber Tecnologia é parceira exclusiva Neogrid no centro-oeste, entre em contato e conheça as soluções oferecidas para seu negócio! clique aqui 

 

Deixe um comentário

Seu email não vai ser publicado. Campos obrigatórios são indicados por *

Não quer perder nenhum conteúdo?

Insira seu e-mail e receba notícias e artigos da Simber Tecnologia